Biodiversidade - Biologia

Procure observar a natureza atentamente. Você já perguntou quantas espécies de seres vivos existem no planeta? Segundo conceituados sistematas, cientistas que fazem as classificações biológicas, há cerca de 1,5 milhão de espécies descritas. No entanto, calcula-se que existam entre 5 milhões e 30 milhões de espécies, uma vez que muitos ambientes ricos em flora e fauna ainda não foram explorados, além do mundo dos microrganismos, que pouco conhecemos. Exemplos desses ambientes e microrganismos são as copas das árvores das florestas tropicais, o fundo dos mares, os sedimentos dos ambientes aquáticos, os solos, os recifes de corais, os milhares de parasitas que infestam plantas e animais, entre outros.

Esses milhões de espécies são muitos diferentes entre si. Forçando um pouco a memória você poderá citar inúmeros exemplos de organismos muito diferentes em várias características, tais como cores, formas, tamanhos, tipos de nutrição, respiração, reprodução e adaptações a diferentes funções. Somos tentados a comparar extremos, como baleia e ameba, elefante e minhoca, sequóia e grama; ou organismos com formas bem diferentes, como estrelas-do-mar e insetos; ou, ainda, cores e desenhos, como os de borboletas, pássaros e flores.

Um outro bom exemplo de biodiversidade é o tipo de locomoção dos animais em gerais. Em oposição àqueles que são fixos, como esponjas, cracas, ostras, mariscos, corais e outros, a grande maioria dos animais apresenta os mais variados tipos de locomoção, podendo-se falar em corredores, saltadores, voadores, nadadores, rastejantes etc. É claro que a eficiência de cada tipo de locomoção tem relação direta com outras características da espécie. Enquanto uma cobra pode rastejar a velocidades de alguns quilômetros por hora, uma lesma locomove-se apenas alguns poucos metros por hora.

Gafanhotos e pulgas podem saltar dezenas de vezes o comprimento dos seus corpos, enquanto cangurus só saltam cerca de três vezes o seu comprimento. O pinguim e o atum são muito velozes na natação quando comparados a medusas e tartarugas.

Procure agora se lembrar de algumas das milhares de espécies de plantas com diferentes folhas, flores e frutos e da variedade de ervas, algas, bolores e cogumelos. O que dizer então da infinidade de microrganismos que mostram uma incrível variedade de formas, algumas geométricas, verdadeiras obras de arte?

Tudo isso é biodiversidade.

1 comentários:

Cara, muito maneiro e eastruturado seu blog. Uma ótima fonte de estudo online, valeu!

7 de fevereiro de 2012 14:10 comment-delete

Postar um comentário