Curiosidades #1


As dúvidas mais frequentes relacionadas á diferenças entre duas ou mais coisas. Todo sábado terá 'Curiosidades' com tema/assunto diversos. Será sempre publicado no título do 'quadro' o número de publicação.

1. Qual a diferença entre "at", "in" e "on" no inglês?

O "at" é utilizado quando você está perto de alguma coisa, para horários, datas especiais, entre diversas outras empregações.

Exemplos:

I meet you at the main gate - Eu encontro você no portão principal.
at 2 o’clock - às duas horas
at Christmas, at Easter, at Carnival - no natal, na páscoa, no carnaval

O "in" é utilizado para se referir em meses, anos, estações do ano, entre diversas outras empregações.

Exemplos:

in January, in February, in March, in April, in June, in July, in August, in September, in October, in November, in December.
I was born in 1995. - Eu nasci em 1995.
in the summer, in the fall, in the winter, in the spring - no verão, no outono, no inverno, na primavera

O "on" é utilizado para dias da semana, datas e algumas expressões.

Exemplos:

on Monday, on Tuesday, on Wednesday, on Thursday, on Friday, on Saturday, on Sunday - na segunda, na terça, na quarta, na quinta, na sexta, no sábado, no domingo
on March 22

2. Qual a diferença entre "meteoro" e "meteorito"?

Metero: se o asteroide entra na atmosfera e se torna visível.
Meteorito: se o corpo sobrevive à entrada na atmosfera e colide com o solo.

3. Qual a diferença entre "ética" e "moral"?

Ética são normas individuais, um conjunto de condutas tomadas por uma pessoa sem que necessitem de leis para isso, ela segue essas normas pelo simples fato de saber que elas são corretas.

Moral são  normas sociais, um conjunto de condutas pré-estabelecido por uma sociedade, e que são consideradas corretas pelo grupo, e não por um único indivíduo.

4. Qual a diferença entre "universidade" "centro universitário" e "faculdade"?

Universidade

As universidades devem oferecer, obrigatoriamente, atividades de ensino, de pesquisa e de extensão (serviços ou atendimentos à comunidade) em várias áreas do saber. Elas têm autonomia e podem criar cursos sem pedir permissão ao MEC.

As federais são criadas somente por lei, com aprovação do Congresso Nacional. As particulares podem surgir a partir de outras instituições como centros universitários.

Os requisitos mínimos são os seguintes:

  • - Um terço do corpo docente, pelo menos, deve ter título de mestrado ou doutorado. Quanto maior a titulação dos professores, mais tempo de pesquisa e mais experiência para transmitirem aos estudantes.
  • Um terço do professorado deve ter contrato em regime de tempo integral - esses são os profissionais que costumam oferecer maior dedicação à instituição. Quando um docente é contratado para poucas aulas, normalmente, tem menos tempo para atender os universitários e para desenvolver projetos de pesquisa e extensão.
  • Desenvolver, pelo menos, quatro programas de pós-graduação stricto sensu (mestrado e doutorado) com boa qualidade - um deles deve ser de doutorado.

Centro universitário

Os centros universitários, assim como as universidades, têm graduações em vários campos do saber e autonomia para criar cursos no ensino superior.

Em geral, são menores do que as universidades e têm menor exigência de programas de pós-graduação. No entanto, há algumas regras que eles precisam cumprir:

  • Ter, no mínimo, um terço do corpo docente com mestrado ou doutorado.
  • Ter, pelo menos, um quinto dos professores contratados em regime de tempo integral (observe que o percentual é menor do que o exigido nas universidades).

Faculdade

As faculdades são instituições de ensino superior que atuam em um número pequeno de áreas do saber. Muitas vezes, são especializadas e oferecem apenas cursos na área de saúde ou de economia e administração, por exemplo.

Outra diferença para os centros universitários e universidades é a seguinte: quando uma faculdade pretende lançar um curso, ela tem de pedir autorização do Ministério da Educação - ou seja, não tem autonomia para criar programas de ensino. Contudo, as faculdades devem cumprir uma exigência:

  • O corpo docente tem de ter, no mínimo, pós-graduação lato sensu - normalmente menores do que os mestrados e doutorados.

Fonte: http://vestibular.uol.com.br/ultnot/2010/03/09/faculdade_centro_universitario_universidade.jhtm

5. Qual a diferença entre "matemática" e "física"?

A matemática nada mais é do que uma "linguagem", uma forma de se codificar e manipular informação. O estudo da matemática envolve usar ela mesma como ferramenta para expandir e explorar novos modos de se manipular a informação, logo ela é uma disciplina completamente auto-contida. 

A física é uma coleção de modelos da natureza descritos em linguagem matemática. Um modelo é uma versão simplificada de um fenômeno. Por exemplo, o modelo que chamamos de "lançamento de projeteis", consegue explicar bem a trajetória de uma bala de canhão, mesmo que ele despreze o ar, o volume da bala etc. A física (e toda ciência) faz uso da matemática pois ela é uma linguagem não-ambígua (ou seja, uma frase só quer dizer UMA coisa), quantitativa (permite exprimir quantidades de forma bem exata) e muito bem formalizada.


Fonte: http://br.answers.yahoo.com/question/index?qid=20110215091708AABrFId

3 comentários:

Obrigado pelas informações, muito bom o seu blog.
http://www.hcases.com.br

Anônimo
4 de setembro de 2013 22:39 comment-delete

Pra falar a verdade não imaginava que tivesse diferença, até então achava que era tudo a mesma coisa

http://musicastop.org

31 de maio de 2016 16:59 comment-delete

Parabéns pelo blog de vcs, espero que continue postando, tem muita coisa boa.


http://www.imagensparawhatsapp.com/

19 de janeiro de 2017 13:41 comment-delete

Postar um comentário